IBIRAPITANGA: VEREADORES DE OPOSIÇÃO QUEREM REVERTER DUODÉCIMO REMANESCENTE EM CESTAS BÁSICAS

Os Vereadores de Oposição, Guilardo Pinheiro (PP), Nego de Antônio Máximo (PP) e Ivan Come Sapo (PP) protocolaram nessa segunda (13), na Câmara de Vereadores de Ibirapitanga, requerimento solicitando sessão extraordinária ao Presidente da Câmara de Vereadores para que o duodécimo remanescente da Câmara fosse revestido em cestas Básicas para as famílias em situação de fragilidade financeira.

O requerimento foi protocolado em caráter de urgência, pois de acordo com a manifestação apresentada, além de Ibirapitanga ser um município pobre, com muitas pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza, o estado de calamidade protagonizado pelo Covid-19 (Coronavírus)19 “paralisaram as atividades econômicas e por consequência centenas de pessoas encontra-se em estado de vulnerabilidade financeira / alimentícia no Município de Ibirapitanga – BA”.

De acordo com os Vereadores de oposição, inúmeras Câmaras do Brasil estão criando propostas de que o remanescente financeiro da Câmara de Vereadores seja revestido em prol dos mais carentes. E nesse sentido, as pessoas carentes da cidade de Ibirapitanga, como também os distritos de Novo Horizonte, Itamarati, Camamuzinho e a Zona Rural seriam assistidos enquanto perdurasse o estado de calamidade causado pela Covid-19.

SOBRE O DUODÉCIMO

O duodécimo em relação ao município é um repasse financeiro devido pelo Poder Executivo a Câmara de Vereadores e de acordo com a legislação, os valores que sobrarem devem ser devolvidos as prefeituras.

COMPARTILHE