Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

IBIRATAIA: HOMEM É PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR FILHA DE 11 ANOS E A CUNHADA

Josafá também teria estuprado a irmã de 13 anos de idade (Foto: Divulgação)
Josafá também teria estuprado a irmã de 13 anos de idade (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Ibirataia prendeu na noite desse domingo (24), no circuito da festa de São João, um homem acusado de estuprar a filha de 11 anos de idade e uma cunhada de 23. Os familiares das vítimas procuraram a delegacia e relataram os abusos cometidos por Josafá da Silva Nunes. A criança teria sido estuprada pelo pai por várias vezes. A última teria ocorrido na madrugada de sábado (23) para domingo (24). Os abusos também ocorreram com a cunhada por mais de uma vez. De acordo com o delegado Rodrigo Fernando, foram ouvidas sete testemunhas que confirmaram os abusos, inclusive o pai do acusado.

“A criança de 11 anos, na presença do Conselho Tutelar da cidade, contou com riqueza de detalhes o fato ocorrido e as ameaças, afirmando que a violência teria começado quando ainda tinha 10 anos de idade. Foi constatado  também que Josafá estuprou sua cunhada de 23 anos, tendo ela relatado o abuso e as ameaças”, destacou o delegado. Ainda de acordo com depoimentos de familiares a autoridade policial, Josafá também teria estuprado a própria irmã (por parte de pai), de apenas 13 anos. Conforme informou a Polícia Civil, as vítimas alegaram que não denunciaram antes por medo das ameaças de morte. A irmã do suspeito, inclusive, foi embora da cidade, temendo as ameaças. Josafá encontra-se custodiado na delegacia de Ibirataia. O delegado irá pedir sua prisão preventiva. (Giro Ipiaú)

COMPARTILHE

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do UBAITABA URGENTE. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.