ILHÉUS – FAZENDA FUNCIONAVA COMO FORTALEZA PARA QUADRILHA QUE ATERRORIZOU PORTO SEGURO.

André Márcio de Jesus, 26 anos, conhecido como Buiú

A desarticulação da quadrilha do traficante André Márcio de Jesus, conhecido como Buiú, mandante do atentado que destruiu quatro ônibus no bairro Baianão, em Porto Seguro, possibilitou à polícia desativar a base operacional do criminoso.A base do grupo era instalada em uma fazenda na Ponta do Cedro, distrito do Japu, em Ilhéus, onde quatro integrantes do bando, todos fortemente armados, morreram num confronto no sábado (3). Além dos mortos, a mulher de Buiú, Elma Conceição Silva, foi presa e transferida para Salvador. Alex de Oliveira Lopes, 24 anos, Antônio Rodrigues Santos de Jesus, 24, Raimundo de Jesus da Costa, 40 anos, e Emerson Reis dos Santos, 17, vigiavam a propriedade e reagiram à presença da polícia atirando e morreram na troca de tiros. Buiú e seu irmão, de prenome Thiago estavam armados com uma metralhadora e conseguiram fugir por uma área de mata fechada e ainda não foram encontrados. Segundo a polícia, a “fortaleza do tráfico” foi construída num ponto estratégico, permitia à quadrilha uma visão privilegiada e o traficante providenciou a construção de uma estrada de acesso ao local. Armas, como um fuzil 726 do Exército argentino, munições de diversos calibres, drogas, uma caderneta com anotações sobre a movimentação do tráfico e investimentos direcionados a ações criminosas, como o plano de ataque aos ônibus no bairro Baianão, foram apreendidos no local. Fonte: Correio da Bahia

COMPARTILHE