ILHÉUS – JUSTIÇA SOLTA ASSASSINO DE POLICIAL DA CAERC

A Justiça de Ilhéus, através de um alvará expedido na data de hoje, deu a liberdade a Marcus Vinícius dos Santos de Bacelos, (foto)que confessou a autoria do tiro que matou o policial militar da CAERC, Eloísio Andrade, morto na madrugada do dia 08, na saída de uma formatura ocorrida no Boca du Mar, em Ilhéus.

Acontece que ao dar cumprimento à decisão judicial que mandou soltar Marcus Vinícius, o oficial de justiça da 1ª Vara Crime de Ilhéus, Sílvio Campelo Rocha, foi impedido e ameaçado pelos detentos Ricardo Silva de Almeida e Claudinei Mota.

Os presos disseram que Marcus Vinícius não sairia, pois se tratava de um “cilada”, e que se acontecesse qualquer coisa com o mesmo, hoje ou futuramente, os mesmos iriam dar cabo da vida do oficial.

E mais: quando o mesmo fosse dar cumprimento às ordens judiciais no presídio, este não sairia vivo de lá. O oficial registrou queixa na 7ª COORPIN e informou a este blog que estaria passando o caso ao conhecimento do juiz competente

Não se tem notícias de quem teria sido o advogado que acompanhou o acusado. Tudo indica que a decisão do juiz tem sido originada de um habeas corpus de ofício, quando na vista de alguma ilegalidade o juiz age mesmo sem ser provocado.

(Itabuna City)

COMPARTILHE