Ilhéus: Funcionários municipais recebem irregularmente Bolsa Família no município
bolsa família

Cerca de mil funcionários e ex-funcionários recebem o benefício.

Uma fiscalização em Ilhéus descobriu cerca de mil funcionários municipais, ex-funcionários e cônjuges de servidores recebendo irregularmente Bolsa Família na cidade. Segundo o secretário de Desenvolvimento Social Jamil Ocké a iniciativa foi tomada ao perceber que várias famílias que se enquadram nos critérios não estavam recebendo o benefício. “Todo município ele tem a obrigação de fazer a fiscalização”, explicou Ocké ao Correio24horas. “Quando assumi a secretária em 2013 a gente começou a fazer essa fiscalização, de maneira tímida, mas conseguimos fazer. Resolvemos fazer por lote, começando pelos servidores municipais e nossa surpresa foi perceber que tem servidores atuais e ex-funcionários, cônjuges, que estavam recebendo Bolsa Família e ao mesmo tempo são assalariados, alguns até com salários altos”, diz. A auditoria continuará sendo feita com servidores estaduais e trabalhadores da iniciativa privada. Os beneficiários irregulares param de receber a Bolsa Família e podem até ter que devolver os valores recebidos. Em Ilhéus, são 22 mil famílias atendidas pelo programa, em investimento de quase R$ 3 milhões. Representantes do Ministério do Desenvolvimento Social não foram encontrados para comentar o caso. Informações do Correio24h.

COMPARTILHE