ITABUNA – FRAUDE COM DINHEIRO DA EDUCAÇÃO

Gustavo Lisboa, Sec. de Educação

Nota fiscal indica fraude com o dinheiro da educação em Itabuna, mas as irregularidades foram ignoradas por cinco dos sete membros do Conselho Municipal do setor.

Compras supostamente pagas 60 dias antes das notas fiscais serem emitidas, produtos suspeitos de não chegar ao destino, documentos preenchidos com erros grosseiros são apenas parte das irregularidades encontradas no exercício do ano passado, segundo o CME.

Em um dos casos, o mais gritante, a Secretaria Municipal de Educação pagou R$ 2.600 no dia 14 de maio de 2010 para um sacolão. Mas o talão de notas fiscais não existia na época da compra, sendo impresso em outubro do mesmo ano.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE