ITABUNA: VEREADOR ENVOLVIDO NO DESVIO DE 5 MILHOES DORME NA CADEIA

Loiola é acusado de participar de esquema de desvios que, segundo o próprio, atingiram mais de R$ 5 milhões.

O vereador e ex-presidente da Câmara de Itabuna, Clóvis Loiola, dormiu na detenção da 6ª Coorpin, em Itabuna, depois de não conseguir o benefício de fiança. Ele foi preso nesta terça-feira.Loiola responderá por falsidade ideológica, depois de usar um atestado médico falso, assinado por um assistente social, para faltar a duas audiências na Justiça Criminal, onde responde a outros dois processos.O ex-presidente da Câmara já fez exame de corpo de delito e corre o risco de não ser solto antes das eleições deste ano, onde concorre à releição. Tudo vai depender dele convencer o juiz Antonio Carlos de Moraes.Foi para audiências com ele que Loiola enviou o “atestado médico”, dizendo que ele estaria internado no Hospital de Base por tempo indeterminado. Desconfiado, o juiz pediu o prontuário de Loiola ao HB, que informou não ter nenhum.O promotor Inocêncio de Carvalho, então, foi ao HB e não encontrou o prontuário nem Loiola. Mas, quando estava deixando o hospital, encontrou justamente Loiola que, avisado por alguém, tinha corrido para lá.O promotor, um oficial de Justiça e policiais civis levaram Loiola, algemado, para a delegacia, onde ele foi ouvido pelo delegado Moisés Damasceno.

( A Região)

COMPARTILHE