Itabuna: Marcos Gomes é condenado a 17 anos de prisão pela morte de vaqueiro
Marcos Gomes é filho de Fernando Gomes de Itabuna.

Marcos Gomes é filho de Fernando Gomes de Itabuna.

O ex-candidato a deputado estadual e agropecuarista Markson Monteiro de Oliveira, o Marcos Gomes, foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado, ontem, no julgamento do assassinato do vaqueiro Alexsandro Honorato, informa o Políticos do Sul da Bahia. O crime ocorreu em dezembro de 2006, no Haras Redenção, em Floresta Azul. Marcos Gomes foi julgado no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, acusado de tortura, cárcere privado, homicídio e ocultação de cadáver. O julgamento em Salvador foi um pedido apresentado pelo Ministério Público baiano. Gomes deveria ir a júri no fórum de Ibicaraí, mas o clima de comoção e a possibilidade de ameaça a testemunhas fez com que o MP apresentasse o pedido. Filho do ex-prefeito Fernando Gomes, Marcos foi julgado a revelia e é considerado foragido da Justiça. O vaqueiro foi torturado na frente de várias pessoas durante uma vaquejada em um final de semana no Haras Redenção. Logo após, o corpo desapareceu, sendo encontrado pela polícia na estrada que liga os municípios de Potiraguá e Itapetinga. O corpo de Honorato chegou a ser enterrado como indigente no cemitério de Itapetinga. Denúncias anônimas levaram à exumação do cadáver. Testemunhas e provas acabaram por apontar Marcos Gomes como o autor da série de crimes, juntamente com o ex-servidor público Ilmar Marinho, o Mazinho.(Pimenta).

COMPARTILHE