Itabuna: Professores mantêm paralisação; aulas recomeçariam na 2ª
Professores chegaram a ocupar gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

Professores chegaram a ocupar gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

Os cerca de 20 mil alunos da rede municipal de ensino em Itabuna terão mais uma semana sem aula. Os professores reúnem-se em assembleia, na próxima sexta (8), para decidir quanto à paralisação iniciada na segunda (4). A categoria cobra pagamento de retroativo para os profissionais dos níveis II e III. O decreto foi publicado em 30 de dezembro passado, mas o pagamento da diferença do reajuste salarial ainda não ocorreu. As aulas na rede municipal foram comprometidas por cerca de 90 dias de greve e paralisações no ano passado e, a princípio, o ano letivo deve ser concluído somente em março, embora ainda exista o risco de cancelamento do ano letivo. Professores e representantes da Prefeitura de Itabuna tiveram encontro nesta quarta (6), quando o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, reafirmou as dificuldades de caixa do município. A previsão é de que o retroativo seja pago em duas parcelas, sendo a primeira no final de janeiro e a segunda em fevereiro. A proposta será votada em assembleia, na sede do sindicato. (Pimenta).

COMPARTILHE