Itabuna: Protesto interdita BR 101 e causa grande engarrafamento
Protesto interdita BR-101 e causa congestionamento no trecho de Itabuna (Foto Luiz Carlos Jr.)

Protesto interdita BR-101 e causa congestionamento no trecho de Itabuna 

Sindicalistas ligados à Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) interditaram por uma hora o trecho da BR-101, em Itabuna, nesta manhã de terça (6). Para fechar a pista nos dois sentidos, os manifestantes colocaram barricada com madeira e pneus e atearam fogo. O congestionamento foi de mais de três quilômetros nos dois sentidos. Segundo nota da CTB, o protesto é parte do Dia Nacional de Luta contra o projeto de lei que regulamenta a terceirização no país, o PL 4330, e a cobrança de pedágio na BR-101 no trecho que vai de Feira de Santana a Mucuri, no extremo-sul. O protesto teve a participação de moradores do Bairro Santa Clara, que cobram do governo municipal investimentos em saúde e saneamento básico na localidade.

Bombeiros foram acionados para debelar chamas.

Bombeiros foram acionados para debelar chamas.

 A pista foi liberada após negociação dos manifestantes com patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros debelou o fogo na rodovia. O vereador e diretor do Sindicato dos Comerciários, Jairo Araújo, disse que o projeto de terceirização que tramita no congresso “rasga a CLT [Consolidação das Leis Trabalhistas], escancara a terceirização e retira direitos dos trabalhadores”, a exemplo de férias e décimo terceiro salário. “Não podemos admitir a aprovação de um projeto tão nefasto”. Dirigente da CTB no sul da Bahia e presidente do Sindicato dos Comerciários de Itabuna, Gilson Araújo disse que o projeto é um “não da CTB e dos trabalhadores do sul da Bahia” à privatização de estradas brasileiras. “Além do mais, já pagamos impostos específicos destinados à manutenção das estradas brasileiras. O leilão da BR-101 está previsto para 25 de outubro. Serão 9 praças de pedágio no trecho de 772,3 quilômetros. Fonte:Pimenta.

COMPARTILHE