Itabuna: passeata cobra punição a assassino de personal trainer
Passeata-Lucas-Dias-Foto-Pimenta

Dezenas de pessoas participaram do ato na Cinquentenário (Foto Pimenta).

Cerca de cento e cinquenta pessoas participaram, hoje à tarde, de uma passeata para exigir punição ao assassino do jovem Lucas Sousa Dias. Eram familiares, amigos e colegas do personal trainer assassinado na última sexta (19) à noite, enquanto lanchava em uma hamburgueria no Bairro de Fátima. Todos vestiam camisa branca estampada com uma foto de Lucas. Os manifestantes também fizeram apitaço e empunhavam faixas e cartazes cobrando justiça para o crime e paz em Itabuna. “Iremos acompanhar esse processo até as últimas consequências, se necessário for”, disse ao PIMENTA um dos líderes da passeata. “Confiamos no trabalho da polícia civil. A gente sabe que todos estão empenhados [em esclarecer o crime]”. O homem apontado com o autor dos disparos fatais contra Lucas é ex-companheiro da namorada da vítima. Felipe Victor Barros ficou foragido por três dias e apresentou-se à polícia ontem (22), após fugir do período de flagrante. A Marlos Macêdo, titular da Delegacia de Homicídios, Felipe Victor, negou a autoria dos disparos. Três dias antes do crime, Lucas e a namorada prestaram queixa contra o acusado da morte.

COMPARTILHE