Prefeitura de Itacaré inicia campanha de vacinação contra a Influenza

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta segunda-feira, dia 17, a campanha nacional de vacinação contra a Influenza, uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. Para isso foi elaborado um calendário de vacinação obedecendo a ordem para cada grupo de pessoas que serão atendidas. O dia D da vacinação será no dia 13 de maio, quando todos os postos de vacinação estarão funcionando atendendo a todos os grupos considerados como prioridade pela Organização Mundial de Saúde. Devem tomar a vacina pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.  De acordo com o calendário elaborado pela Secretaria de Saúde de Itacaré, no período de 17 a 22 de abril devem se vacinar os profissionais da área de saúde. De 24 a 28 as vacinas estarão disponíveis para os idosos e de 02 a 05 de maio para crianças, gestantes e puérperas. De 08 a 012 de maio será a vez das pessoas com comorbidades e doenças crônicas. Dia 13 será o Dia D de vacinação para todos os grupos, nos mais diversos postos de vacinação. De 15 a 19 a vacinação está disponível para os professores e de 22 a 26 será novamente para todos os grupos. O secretário de Saúde da Prefeitura de Itacaré, Ricardo Lins, chama a atenção da necessidade de todos os integrantes desses grupos se vacinarem contra a Influenza. A transmissão da doença ocorre através das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir. A transmissão também pode ocorrer por meio das mãos, que após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carrear o agente infeccioso diretamente para a boca, nariz e olhos. A vacinação, conforme explica o secretário de Saúde, é uma estratégia de extrema importância pois reduz os impactos da doença e aumenta a produção de anticorpos contra ela. Para prevenção da gripe também é importante a realização de medidas como a intensificação da higienização das mãos, dormir bem, alimentar-se bem e beber bastante líquido. (Ascom/Itacaré)

COMPARTILHE