Itajuípe: Prefeita ignora Ministério Público e mantém filho na prefeitura

gilka

O filho da prefeita de Itajuípe continua no cargo de secretário de Desenvolvimento Urbano do município. Além de garantir o salário mensal de R$ 5 mil para o filho Humberto Badaró às custas do contribuinte de Itajuípe, a prefeita Gilka Badaró mantém a nora Cadja Nunes Soares no cargo de secretária de Desenvolvimento Social. A prefeita deveria ter exonerado os dois de seus cargos até o dia 10 de dezembro do ano passado, mas decidiu enfrentar o Ministério Público Estadual (MPE), que recomendou que se acabasse com a prática do nepotismo no município.  O casal Humberto Badaró e Cadja está entre os 22 contratados irregularmente, que deveriam ser dispensados. Segundo o MPE, no primeiro momento 8 comissionados foram exonerados, logo após a recomendação feita, no dia 20 de novembro, pela promotora de justiça Lívia Luz Farias. (Giro em Ipiaú).

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE