JEQUIÉ – JUSTIÇA DECRETA PRISÃO DE SETE PMS; TRÊS SÃO PETISTAS

A Justiça decretou nesta segunda-feira (13) a prisão de sete policiais militares de Jequié, no sul baiano, integrantes da Associações de Policiais de Jequié e Região Centro (Aspojer) e de Praças da Polícia (APPM), que também cruzaram os braços durante a paralisação da PM baiana.

De acordo com o site Jequié Repórter, três deles, soldados Ideilton, Sales e Ronicley, são dirigentes do diretório municipal do PT. A Aspojer, que é presidida pelo vereador petista Deyvison Batista, encaminhou nota à imprensa, nesta terça (14), para comentar a decisão de mandar prender os colegas.

“Agradecemos a todos pelo carinho demonstrado a nós nesse momento difícil. Salientamos que não fizemos nada de errado e que estamos pagando pela irresponsabilidade e vaidade dos nossos governantes que tentam a todo custo semear o medo nas pessoas de bem e que promovem a paz”, diz o texto.

Agentes da Polícia Federal (PF) tentam cumprir os mandados, mas ninguém ainda foi preso. Os PMs do 19º Batalhão em Jequié deflagraram greve no último dia 1º de fevereiro e chegaram a ocupar o prédio da Câmara de Vereadores do município. Os grevistas ainda realizaram diversos protestos pelas ruas da cidade e encontros na Casa Legislativa municipal. Eles são acusados de formação de quadrilha e apropriação de bem público.

(Bahia Noticias)

COMPARTILHE