JEQUIÉ: VEREADOR ACUSA PREFEITO DE SUPOSTA COMPRA DE SENTENÇA COM O PRESIDENTE DO TJ-BA
Foto: Reprodução

Soldado Gilvan | Foto: Reprodução

Um vereador de Jequié, no sudoeste baiano, usou a tribuna da Câmara para acusar o prefeito do município, Sérgio da Gameleira, de comprar “sentenças”. O esquema envolveria o presidente afastado do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Gesilvado Britto (ver aqui). Soldado Gilvan declarou que tem documentos que comprovariam a relação de Gameleira com Britto. “Nós não temos dúvida nenhuma que essas sentenças foram pagas”, disse em um trecho da fala. Segundo o vereador, um dos casos teria ocorrido durante uma greve de professores da rede municipal. Gilvan disse que quatro horas após a deflagração do movimento, o prefeito já tinha conseguido uma liminar contra a greve.

Soldado Gilvan declarou ainda que as sentenças “conseguidas” com o presidente do TJ-BA não “sai por menos de R$ 500 mil” e que seria parte de um “esquema antigo”. O vereador afirmou ainda que levaria documentos que comprovariam as irregularidades à Polícia Federal, ao Ministério Público Federal e a membros da força-tarefa que afastou o presidente do TJ-BA. A fala foi feita na sessão da última quarta-feira (20). Procurado pelo Bahia Notícias, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) disse que desconhece qualquer informação sobre a denúncia feita pelo vereador.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE