Justiça Eleitoral suspende pesquisa sobre sucessão de Canavieiras
Almir Melo Jr. (MDB) I Foto: Luis Filipe Veloso/Bahia.ba

Almir Melo Jr. (MDB) I Foto: Luis Filipe Veloso/Bahia.ba

Por decisão do juiz eleitoral Eduardo Gil Guerreiro, uma pesquisa sobre intenção de votos foi suspensa na cidade de Canavieiras, no litoral sul baiano. A decisão acolheu ação movida pelo candidato a prefeito Almir Melo Jr.(MDB) contra a sondagem realizada pela Seculus Consultoria e Assessoria. O prefeiturável alegou que a sondagem o apresentou com o nome Almir Melo, ex-prefeito daquele município e pai do autor da representação.

Almir Melo Jr. arguemntou ainda que a pesquisa não cumpriu o plano amostral e o acesso aos dados teria sido negado pela autora. “A ilegalidade da pesquisa salta aos olhos no que se refere ao uso do nome do candidato do representante de forma diversa como ele estará escrito nas urnas. Por certo que tal artimanha invalida o resultado da pesquisa”, afirmou o magistrado na decisão. O descumprimento da liminar acarreta multa diária de R$ 10 mil.

COMPARTILHE