LOIOLA TENTA FUGIR DA JUSTIÇA E ACABA PRESO NO HOSPITAL DE BASE

O vereador mais votado de 2008 em Itabuna é preso dentro do hospital pela civil.

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Clóvis Loiola (PSDC), foi preso em flagrante por policiais civis, hoje, acusado de cometer crimes como de desobediência a ordem judicial e falsidade ideológica. O vereador mais votado de 2008 em Itabuna é o cabeça do “Loiolagate” e acusado de participar de esquema de desvios que, segundo o próprio, atingiram mais de R$ 5 milhões.

Loiola deveria comparecer à audiência do processo que investiga esquema de fraude em licitações e montagem de empresas laranjas na Câmara de Vereadores. Para tentar faltar à audiência de hoje, Loiola estava desde ontem no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) em busca de atestado médico.

Sem conseguir, acabou ficando em observação. Reclamava de supostas dores abdominais. A farsa caiu com a visita de policiais e promotores públicos. Informa o Radar que Loiola acabou sendo levado para o Complexo Policial de Itabuna, sendo ouvido pelo delegado regional Moisés Damasceno.

(Pimenta)

COMPARTILHE