LÚCIO – ‘WAGNER É QUE É LENIENTE COM A CORRUPÇÃO’

Na foto: Lúcio Vieira e a ex-primeira dama de Ubaitaba D. Soraia

A declaração do governador Jaques Wagner de que o ex-presidente Lula “talvez seja mais tolerante” que Dilma Rousseff em relação às denúncias de corrupção acirrou os ânimos de opositores em Brasília. O deputado federal, presidente do PMDB baiano e vice-líder do governo no Congresso, Lúcio Vieira Lima, em entrevista ao Bahia Notícias, atacou: “Quem é leniente com a corrupção é o governador Jaques Wagner”.

Opositor do PT na Bahia e aliado à base governista no Congresso, o parlamentar se posicionou em defesa da gestão do PT nacional. “Acho uma infeliz colocação do governador Jaques Wagner. Quem tolera a corrupção concorda com ela, não é? Pois, nem Lula, nem Dilma toleram a corrupção. Lula sempre mandava apurar os problemas e Dilma sempre tomou providências em qualquer situação”, explicou.

O peemedebista aproveitou para apontar uma metralhadora verbal contra o governo do Estado. “Quem está mostrando que aprova a corrupção é o secretário dele [da Indústria, Comércio e Mineração, James Correa], que defende uma empresa acusada pela Polícia Federal”, cutucou. O secretário James Correa afirmou, nesta terça, que a Empresa Sasil, alvo da Operação Alquimia da PF por ser suspeita de desviar R$ 1 bilhão em sonegação de impostos, “não deve nada a ninguém” (ver nota).

Lúcio apontou problemas semelhantes com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). “Tem também a Embasa, que de acordo com o Tribunal de Contas do Estado superfaturou R$ 6 milhões. Essas situações mostram quem é tolerante com a corrupção”, cutucou. A frase do governador, repercutida nacionalmente, foi feita em entrevista ao programa Acorda Pra Vida, da Rede Tudo FM 102.5, nesta quinta-feira (17).

COMPARTILHE