Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

PREFEITOS DE ITACARÉ, CAMAMU E MARAÚ SE UNEM POR PROJETO DE ATERRO SANITÁRIO

Reunião entre os prefeitos de Itacaré, Maraú e Camamu.
Reunião entre os prefeitos de Itacaré, Maraú e Camamu.

Buscar uma solução definitiva para a situação dos lixões, com ações voltadas para a questão ambiental, econômica e social, vem sendo uma das prioridades dos prefeitos de Itacaré, Antônio de Anízio, de Maraú, Manassés Souza, e de Camamu, Enoc Silva, que tem realizados constantes reuniões, visitas, debates e estudos para acabar de vez com esse grave problema enfrentado pelos municípios brasileiros. E na tarde desta quinta-feira(21) os prefeitos voltaram a se reunir, dessa vez em Itacaré, para conhecer o projeto desenvolvido pelas empresas CVR Costa do Cacau e Marca Ambiental, que há mais de 25 anos atua no ramo de sustentabilidade e soluções para os setores de saneamento urbano.

Durante o encontro, o diretor comercial das empresas, Rodrigo Zache, falou das experiências positivas desenvolvidas pela Marca e CVR Costa do Cacau em outros municípios brasileiros e das alternativas dos projetos dos aterros compartilhados. A proposta dos prefeitos é promover uma solução completa, desde a coleta, o gerenciamento dos resíduos, a coleta seletiva com a separação do lixo, até mesmo as questões de sustentabilidade e projetos socioambientais. Rodrigo Zache apresentou todas as etapas da implantação de um aterro obedecendo a legislação ambiental e destacou os projetos de reaproveitamento de cada um dos resíduos.

O objetivo é que os três municípios, juntamente com as demais cidades vizinhas interessadas em fazer parte do projeto, possam ter um aterro sanitário de forma compartilhada, seguindo todas as normas ambientais, facilitando a coleta e diminuindo os custos de manutenção. Nesse sentido, os três gestores solicitaram à empresa Marca e CRV a elaboração de um projeto detalhado contemplando esses municípios regionais, apresentando a logística de transportes, gerenciamento e os custos, além da questão social e ambiental.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, reafirmou que a proposta é que além de garantir um destino sustentável para a questão dos resíduos sólidos, acabando de vez com os lixões, também seja criada uma campanha coletiva envolvendo toda a comunidade, incluindo os moradores, empresários e turistas, para implantar a coleta seletiva, separando o lixo entre os materiais secos e molhados. Essa medida, além de diminuir a quantidade de lixo, ainda garante a geração de renda para os catadores, que poderão reciclar grande parte desse material de forma muito mais rápida e segura.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

Deixe uma resposta

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do UBAITABA URGENTE. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.