MP pede impugnação de chapa proporcional de ACM Neto

Advogado promete solução até domingo

O Ministério Público pediu a impugnação do registro de candidatura da coligação “É Hora de Defender Salvador” (DEM, PSDB, PPS, PV e PTN), do candidato democrata ACM Neto, por não ter sido alcançado o percentual mínimo de 30% de candidatos de um dos sexos.

Segundo o advogado Ademir Ismerim, que representa o grupo, a coligação lançou 82 candidatos. “Foram 60 homens e 22 mulheres, quando teríamos que lançar 25 mulheres para atender ao requisito de 30% do sexo oposto”, afirmou Ismerim ao Bahia Notícias. De acordo com ele, o responsável pela ação foi o promotor Edmundo Reis Silva Filho. O advogado disse ainda que o problema será resolvido até o próximo domingo (22), quando termina o prazo concedido para regularizar a situação.

De acordo com ele, não haverá problemas para incluir mulheres na coligação, apesar de o prazo para registro de candidatura ter acabado no dia 5 de julho. “Podem ser incluídos candidatos até 60 dias antes das eleições”, explicou Ismerim, ao lembrar que a coligação pode ter até 86 candidatos.

(Bahia Noticias)

COMPARTILHE