POLÍCIA RECOLHE ROUPAS ONDE DENÚNCIA DIZ QUE ESTÁ PATRÍCIA AMIEIRO, NO RIO

Engenheira Patrícia Amieiro desapareceu em 2008

A Polícia Civil recolheu restos de roupas em operação feita nesta terça-feira (10) em um sítio no Itanhangá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde supostamente estaria enterrado o corpo da engenheira Patrícia Amieiro. Ela desapareceu no dia 14 de junho de 2008, quando voltava de uma festa na Zona Sul para sua casa na Barra da Tijuca. O delegado da Divisão de Homicídios, Dr. Rivaldo Barbosa, disse que cães farejadores do Corpo de Bombeiros encontraram um local, por volta das 17h, onde havia uma gruta, com um pequeno buraco escavado na terra. Parte das roupas estavam dentro desse buraco, além de restos de calçados. Mais de 60 policiais da Divisão de Homicídios (DH) e do Ministério Público do Rio de Janeiro realizaram buscas desde às 9h desta terça-feira (10). “A Coordenadoria de Inteligência do Ministério Público recebeu uma denúncia anônima que apontava o sítio como o local onde estariam não só os restos da Patrícia, como de outras pessoas também.

(G1.com)

COMPARTILHE