PORTO SEGURO – FILHO DE JORNALISTA E TAXISTA MORREM EM BATIDA

Laio, que posteriormente confessou ser causador do acidente; Igor, filho dos jornalistas, e o irmão do deputado morreram

Duas pessoas morreram e quatro estão em estado grave. Foi o resultado de um acidente às 06h30 da manhã deste sábado (24) no km 46 da BR-367, em Porto Seguro. Dois veículos bateram de frente, na localidade de Pindorama, causando as mortes do taxista Neraldo de Jesus Damasceno, 52 anos, que dirigia um Fiesta (EBI-3980), e de Igor Galvão Jácome, 24, passageiro de um Pálio (MYX-5544).

Pálio invadiu a contramão e atingiu um táxi; Morreram, o motorista do táxi e um passageiro do Pálio

Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal, o desastre pode ter sido causado pelo motorista do Pálio (placa MYX-5544/Eunápolis), Laio Coswosk Malva, 21 anos. Ele estava vindo de Porto Seguro para Eunápolis e, ainda de acordo com a PRF, entrou muito veloz em uma curva, perdendo o controle da direção e atingindo o táxi, que seguia de Vera Cruz para a cidade de Porto Seguro.

O taxista Neraldo - que era irmão do delegado e deputado estadual Deraldo Damasceno (PSL), ainda tentou evitar o acidente, indo para o acostamento.

 O taxista Neraldo – que era irmão do delegado e deputado estadual Deraldo Damasceno (PSL), ainda tentou evitar o acidente, indo para o acostamento. Ele ficou preso nas ferragens. A colisão foi tão forte que os dois automóveis ficaram completamente destruídos. No táxi havia um passageiro. No Pálio, além do motorista e do rapaz que morreu, estavam mais dois jovens. Todos os feridos estão no Hospital Luis Eduardo Magalhães. Os nomes ainda não foram divulgados.

Os ocupantes do Pálio, segundo um policial rodoviário federal, vinham de Porto Seguro para Eunápolis. Ainda de acordo com a polícia, eles deviam estar em alguma festa e se negaram a fazer o teste de bafômetro. Como tentaram sonegar informação à polícia, os três estão detidos no hospital, à disposição do delegado de plantão. Igor, passageiro do Pálio, morreu no hospital. Ele morava em Eunápolis e era filho dos jornalistas Rose Marie Galvão e Lourival Jácome. O corpo está sendo velado no Memorial Santo Antônio, na rua Princesa Isabel, bairro Pequi.

Fonte: Radar 64

COMPARTILHE