PORTO SEGURO: PREFEITO É PROIBIDO DE DIVULGAR PESQUISA

Lúcio Caires Pinto foi proibido de divulgar pesquisa eleitoral

O juiz Rodrigo Duarte Bonatti, da 122ª Zona Eleitoral em Porto Seguro, no extremo-sul baiano, proibiu o candidato a prefeito Lúcio Caires Pinto (PMDB) de divulgar os resultados de uma pesquisa de intenção de voto para prefeito. Realizada entre os dias 9 e 13 deste mês pela empresa Merccato Consultoria Empresarial LTDA, que ouviu 800 pessoas.

Entre os motivos que contribuíram para a decisão do magistrado está a formatação dos questionários utilizados nas entrevistas. As perguntas teriam um formato que induziriam o eleitor a rejeitar outros candidatos apresentados.

“Verifica-se que o plano amostral da pesquisa impugnada não considerou a variável do grau de instrução”, acrescentou Bonatti, que também ressaltou a obrigatoriedade que empresas realizadoras de pesquisas eleitorais de informar, para conhecimento do público, o plano amostral e ponderação quanto ao sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área física de realização do trabalho, além do intervalo de confiança e margem de erro do estudo.

A representação contra a pesquisa foi impetrada pela coligação adversária “Vamos cuidar de Porto Seguro”, liderada pela candidata Cláudia Oliveira (PSD). Os resultados do levantamento estavam previstos para serem divulgados nesta quarta (26), de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

(Ubaitaba.com)

COMPARTILHE