SALVADOR: ACM NETO PEDE QUE PELEGRINO RESPONDA CRIMINALMENTE POR CALÚNIA E DIFAMAÇÃO

ACM Neto recorreu à Justiça ao Ministério Público Eleitoral

O candidato a prefeito da coligação “É hora de defender Salvador”, ACM Neto, ingressou nesta segunda-feira (24) com uma interpelação criminal contra o adversário Nelson Pelegrino (PT). Neto quer que o Pelegrino prove na Justiça comum a que processo ele, o democrata, está respondendo, como diz a propaganda petista no rádio e na TV insistentemente e de forma leviana.

O democrata também ingressou com uma representação pedindo que a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) tome uma posição. “Estou recorrendo à Justiça comum e ao Ministério Público Eleitoral pelas práticas de calúnia, injúria e difamação contra meu adversário. Como esses são crimes previstos no Código Penal, não posso recorrer à Justiça Eleitoral. Na propaganda dele (Pelegrino), ele diz que estou sendo processado.

Eu o desafio na Justiça para mostrar que processo estou respondendo, pois não respondo a nenhum”, afirmou ACM Neto, em coletiva concedida no Fórum Criminal de Sussuarana, onde deu pessoalmente entrada na interpelação. Em tempo: O juiz da 12ª Zona Eleitoral, Eduardo Caricchio, concedeu direito de resposta contra a coligação “Todos Juntos por Salvador”, encabeçada pelo PT, pelos ataques a ACM Neto (DEM) na questão das cotas.

No total, Neto ganhou 7,48 minutos de direito de resposta na TV e 9,3 minutos no rádio. Além disso, o magistrado puniu o PT com a supressão de 9,51 minutos de tempo na TV e nove minutos no rádio. Outra decisão favorável a Neto foi da juíza Araci Lima Borges, da 14ª Zona, que condenou a coligação do PT com perda de tempo pelo uso da expressão “time de Lula”, na TV e no rádio.

(Politica Livre)

COMPARTILHE