SÃO JOSÉ DA VITÓRIA – PREFEITO MÁGICO, FEZ DESAPARECER 700 MIL DOS COFRES PUBLICOS

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) condenou o prefeito de São José da Vitória, Jeová Nunes (PT), a ressarcir os cofres da cidade sulbaiana em R$ 722.961,36. De acordo com o conselheiro Paolo Marconi, o prefeito não apresentou documentação do dinheiro repassado à Benfam nem a sua correta aplicação. Além do dinheiro a ser devolvido, o TCM aplicou multa de R$ 4 mil. O prefeito ainda pode recorrer. De acordo com o relator Paolo Marconi, o dinheiro foi repassado entre abril e setembro de 2006 em 25 operações em diversas contas bancárias do município. A Benfam ainda recebeu R$ 4.572,00 como subvenção social, mas a prefeitura também não fez prestação de contas deste dinheiro.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE