TRAGÉDIA – CARRO DE ESTUDANTES ESTAVA A 120 KM/H QUANDO BATEU EM ÁRVORE, DIZ PERITO

Os estudantes estavam desaparecidos desde a última sexta-feira.

O carro onde estavam os universitários do Espírito Santo mortos em um acidente no extremo-sul da Bahia estava a, pelo menos, 120 km/h quando colidiu em uma árvore ao despencar de uma altura de cerca de 40 metros após sair da pista no km 947 da BR-101. As informações preliminares são da perícia técnica de Teixeira de Freitas, realizada no local ainda durante a madrugada desta quarta-feira (25) após o resgate dos corpos das cinco vítimas fatais.

O mapa mostra o local exato do acidente

Em entrevista à TV Gazeta, o coordenador do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas, Manoel Gomes, informou que parte do trajeto do carro foi reconstituído na vegetação e ficou constatado que ele tombou antes de cair dentro do rio Mucuri e ficar parcialmente submerso. O carro, um Fiat Punto com placa ODC-9685, foi içado das margens do rio por volta das 2h desta quarta.

 Após a retirada do carro, a polícia encontrou os outros quatro corpos ainda dentro do veículo com os cintos de segurança. A perícia ainda não sabe, no entanto, se os jovens foram vítimas dos traumas provocados pela colisão ou se morreram afogados.  Conheça o perfil dos jovens universitários encontrados mortos na Bahia.

COMPARTILHE