UBAITABA – SERÁ BÊDA! NÃO PRECISAVA NEM DIZER…

Comentário de: Hugo Henrique Ribeiro de Almeida. (Fonte: Tribuna da Região)

Não era segredo para os que têm o mínimo de conhecimento político, que ele seria o candidato da situação. O estratagema do PMDB para 2012, seria justamente não arriscar o perfil de governante austero de Alexandre, ao populismo dele, que sem dúvida ganharia as eleições se fossem hoje.

Essa popularidade é justificada. Nós, o povo, gostamos disso! Gostamos do aperto de mão firme, do olhar nos olhos, gostamos do nunca dizer “não,” do sempre “vou ver se consigo,” gostamos do “você é meu compadre” e principalmente de grandes obras! As obras é que nos tiram do sério! Até ficamos arrepiados com as máquinas trabalhando, os homens equipados com pás e picaretas nas mãos!” E isso eu garanto, ele soube fazer bem e melhor que ninguém até o momento…

E fez mais… Conseguiu anular seu vice com falsas promessas de renuncia, fragilizou o discurso de seu secretário de administração que na época ganhava popularidade, exilou quem o foi leal, mas que poderia ameaçar sua soberania a qualquer momento, elegeu um primo ao tempo que impedia sua reeleição e ainda atrasou a reação do outro primo, que acreditou até pouco tempo em suas palavras. Enfim, até quando parecia encurralado, saiu ele da cadeia como herói e nos braços do povo.

Funcionários da prefeitura e populares recepcionaram Bêda na entrada da cidade após o mesmo deixar a prisão

Ultimamente vem freqüentando aniversários importantes e inaugurações como se fosse o atual prefeito, que talvez propositalmente, por vezes não comparece a estas ocasiões em que ele sempre está presente… E assim é, sempre com cara de “bons amigos,” rondando até a oposição, distribuindo de araque sua vice a lideranças que vêm nele uma maneira de entrar no governo e tentar… Tentar o que, se ele manteve a liderança mesmo fora do poder, imagine NO PODER?

E esse é seu perfil, um nato articulador, modesto administrador, mas necessariamente político, para manter-se sempre por perto do “palácio da colina…” Juntando tudo isso as “obras geddelistas” que ele até hoje coleciona (sozinho) os méritos, está ai o soberano velho novo candidato do PMDB a prefeito de Ubaitaba: Asclepiades de Almeida Queiróz, mais e bem conhecido como Bêda.

Não quis dizer que seja invencível, o nome é forte e ele experiente, mas convenhamos… O que facilitou a vida de Bêda, foi a falta de um adversário astuto, observador, que acompanhasse de perto seus processos no TCE, que desde o primeiro dia do governo Alexandre visitasse cada distrito, cada bairro, cada rua, cada casa… Que conversasse com cada morador olhando nos olhos, conhecendo as necessidades, com um discurso arrojado, inovador que destrinchasse os erros do seu governo nos palanques e meios de comunicação… E claro, que tivesse pelo menos metade do dinheiro que Bêda tem para gastar nessa campanha…

Agora é tarde e praticamente impossível reverter o quadro, mas como dizem, a política é uma caixinha de surpresas… E, só esperando pra ver…

COMPARTILHE