Uruçuca: Homem dado como morto aparece dois dias depois de sepultamento

francisco-vivinho-site

Um artesão, dado como morto, foi reconhecido e enterrado pela família, em Uruçuca. Os irmãos tinham reconhecido um homem que estava internado no Hospital Regional de Ilhéus. A surpresa veio dias depois, quando ele apareceu em casa, vivo. A história começou na última sexta feira (4), quando um homem foi atropelado e levado para o Hospital Luiz Viana Filho. A vítima chegou ao hospital sem documentos e em estado grave. A irmã esteve no quarto do acidentado e o reconheceu como o irmão mais novo que estava desaparecido há 15 dias. Ela, então, decidiu passar a noite ali. Mas às 4 da manhã, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi velado e sepultado em Uruçuca. Dois dias depois aparece o “homem enterrado”. Francisco Menezes de Almeida, 30 anos, era, na verdade o integrante da família e estava trabalhando em Itacaré. Agora o artesão terá que provar na Justiça que está vivo. A polícia vai investigar quem é o morto e vai pedir a exumação do cadáver. (RBN)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE