CRIANÇA MORRE ENFORCADA POR COLAR DE ÂMBAR E MÃE PROCESSA EMPRESA QUE VENDEU
 CRIANÇA MORRE ENFORCADA POR COLAR DE ÂMBAR E MÃE PROCESSA EMPRESA QUE VENDEU

Acessório é usado para diminuir dor provocada por nascimento de dentes.

Há dois anos, o pequeno Deacon, nascido nos EUA, morreu após ser enforcado acidentalmente por um colar de âmbar, que costuma ser usado para aliviar a dor do nascimento dos dentinhos, embora isso não seja comprovado cientificamente. Recentemente, a mãe do menino, Danielle Morin, deu um depoimento à emissora de TV americana ABC, desabafando sobre a morte da criança: “Fico muito emocionada quando falo sobre ele porque quero sempre ter certeza que estou fazendo isso em sua honra. Ele era um bebê muito doce. Sou mãe solteira e isso nos fez ficar muito próximos. Tínhamos uma relação muito próxima”.  Para alertar os outros pais e também denunciar os perigos do colar, Danielle processou o e-commerce Etsy, onde comprou o objeto. O menino morreu enquanto estava na creche onde a mãe o havia deixado antes de ir trabalhar. Deacon foi enforcado enquanto dormia. No processo, ela alega que o site não mostrou os riscos do uso do colar e quer que a Etsy se responsabilize por todos os produtos que vende por lá — isso porque a plataforma serve apenas para que pessoas físicas postem seus itens e os venda como em uma loja virtual, com custos bem baixos. Com informações são do site Metrópoles.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE