Sessão da Câmara de Gongogi é marcada por protestos e graves denúncias; vereador sofreu ameaças
Vereador Toinho alega estar sendo ameaçado.

Vereador Toinho alega estar sendo ameaçado II Foto: Portal Gongogi

O presidente da Câmara Municipal de Gongogi, o vereador Adriano Mendonça deu início ao período legislativo do ano de 2019, na última terça-feira (05), durante a realização de uma sessão solene. Segundo informações do Portal Gongogi, o evento não teve a presença de membros do poder executivo. Na ocasião, estiveram presentes, organizações da sociedade civil, instituições religiosas, entre outras pessoas. A cerimônia foi marcada por protestos de funcionários públicos contra o atual prefeito Edvaldo dos Santos, Kaçulo (PR). Esse protesto desencadeou as manifestações de alguns vereadores contra as irregularidades da atual gestão.

Na oportunidade, os vereadores Antonio Kalid, o Toinho de Beca e Adriano Mendonça denunciaram diversas irregularidades em serviços de limpeza pública feita com a caçamba cedida pelo PAC, apesar de ter sido feira licitação para prestação de tal serviço, desaparecimento de um veículo tipo Corsa, servidores da área da administração sem receber, falta de critérios nas contratações, pagamento dos servidores e a falta de audiências públicas do PPA. A sessão foi marcada pela grave denúncia do vereador Toinho de Beca, que foi ameaçado ao ser expulso do município por prepostos da prefeitura por estar fazendo o seu papel de representante legislativo. (Redação: Ubaitaba Urgente)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE