CERCA DE 25% DOS TÍTULOS DE ILHÉUS, UBATÃ E CORONEL JOÃO SÁ SÃO CANCELADOS PELO TRE-BA
CERCA DE 25% DOS TÍTULOS DE ILHÉUS, UBATÃ E CORONEL JOÃO SÁ SÃO CANCELADOS PELO TRE-BA

Os números representam, em média, 15% e 12% do eleitorado das cidades.

Os municípios de Ilhéus, Ubatã e Coronel João Sá perderam cerca de ¼ do seu eleitorado para as eleições deste ano. Após uma revisão no cadastro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) e a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de impedir eleitores que tiveram os títulos cancelados no estado por falta de recadastramento biométrico, os municípios tiveram queda de aproximadamente 25% do eleitorado neste ano, em relação a 2016. Enquanto a revisão cancelou cerca de 3 mil títulos de eleitor de Ubatã e Coronel João Sá, que tem mais de 12 mil votantes cada, dados do TRE-BA estimam que quase 28 mil títulos foram cancelados em Ilhéus, 138 por falta da biometria.

Comandada pelo PSD no estado, a cidade tinha cerca de 130 mil votantes antes do corte, em 2016. No total, a revisão da Justiça Eleitoral foi responsável pelo cancelamento de 586 mil documentos em todo o estado, número que representa 5% do total. Salvador e Feira de Santana tiveram os maiores números absolutos no corte. Enquanto a capital baiana perdeu 268 mil títulos, quase 1,4 mil por causa da biometria. Feira terá 48 mil votantes a menos no cadastro deste ano. Os números representam, em média, 15% e 12% do eleitorado das cidades, respectivamente.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE