CERCA DE 30 PESSOAS SÃO DETIDAS EM RINHA DE GALO EM SALVADOR
Foto: Divulgação | SSP

Foto: Divulgação | SSP

Cerca de 30 pessoas foram conduzidas para a Central de Flagrantes, em Salvador, após serem encontradas em uma rinha de galo no bairro da Liberdade. A prática é proibida através da chamada Lei de Crimes Ambientais, a rigor do seu artigo 32, que define como crime, ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a ação apreendeu 40 galos, medicamentos, anabolizantes, controle de apostas, seringas e esporas artificiais.

Foto: Divulgação | SSP

“Recebemos informações de populares que estava acontecendo uma ‘rinha’ de galo naquela localidade. Não sabemos se é algo frequente naquela, mas conseguimos conduzir 28 pessoas”, explicou o comandante da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental, (COPPA), major Amílton Souza. Das 28 pessoas conduzidas para a Central de Flagrantes, 14 foram autuadas pela prática de abuso e maus tratos contra animais. Os espectadores do evento foram ouvidos e liberados. Do A Tarde

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE