BOLSONARO PEDE DIREITO DE RESPOSTA À GLOBO POR EDIÇÃO DO JN SOBRE 100 MIL MORTES

Foto: Marcos Corrêa/ PR

O Governo Federal, através da Advocacia-Geral da União (AGU), entrou com um pedido de direito de resposta no Tribunal Regional Federal (TRF-2) da 2ª Região, contra a TV Globo. A ação se baseia na edição do Jornal Nacioal do dia 8 de agosto, quando o país superou a marca de 100 mil mortes por coronavírus. Na oportunidade, o JN abriu sua edição de sábado com a leitura de um editorial com críticas ao governo e sua atuação no combate à pandemia.

De acordo com a revista Veja, na ação, a AGU diz que a reportagem “Coronavírus: Constituição diz que é dever do Estado evitar doenças — esse dever foi cumprido?” continha conteúdo com “indevidas ilações sobre uma suposta omissão deliberada por parte do Governo Federal, no contexto de combate à pandemia do gerada pelo Covid-19”.

A AGU enviou à emissora, no dia 20 de agosto, uma notificação extrajudicial com um texto a ser lido pelo telejornal como forma de direito de resposta. No entanto, ainda segundo a Veja, a Globo se recusou a acatar o pedido e conceder o espaço, alegando de que se tratava de um editorial, com natureza que reflete o posicionamento do veículo de imprensa, sem qualquer acusação de responsabilização das mortes ao presidente Bolsonaro.

COMPARTILHE