BOLSONARO VAI PRODUZIR CADÁVERES NAS RUAS, DIZ CIRO GOMES SOBRE MANIFESTAÇÕES PRÓ-DEMOCRACIA

Foto: Reprodução/ André Carvalho/CNI

O Brasil tem visto nas últimas semanas cenas de manifestações que pedem intervenção militar e o enfraquecimento das instituições democráticas, assim como aquelas à favor da democracia e do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).  Mas para o ex-candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), o momento não é favorável para os atos. Segundo ele, a tensão política pode gerar uma ação violenta do Estado colocando em risco a segurança dos manifestantes.

“Ele [Bolsonaro] vai tentar produzir cadáveres nas ruas. É preciso que a população tenha muito cuidado porque de fato a gente não pode ficar apenas em nota de repúdio. Temos que construir na opinião pública uma base para que, em agosto, quando tudo relapsar, o Congresso perceba o seu dever de dar início ao impeachment de Bolsonaro”, disse em entrevista à rádio Metrópole nesta quinta (4). Ciro também não poupou críticas contra o ex-presidente Lula que, na opinião dele, está tomado por um “ódio contra o povo brasileiro”.

O pedista tem se mostrado publicamente contrário ao petista desde as eleições de 2018. “Ele pensava que o povo brasileiro tinha que ter descido lá em Curitiba, quebrado tudo, atacado Sérgio Moro, e colocado ele no poder de onde apenas sairia morto, para um grande enterro onde toda a nação estaria ajoelhada, o velho caudilhismo da América Latina”, completou.

COMPARTILHE