Delação de executivos da OAS inclui pagamento de propinas a Geddel
Geddel Vieira Lima

Foto: Jackson Cristiano/Ubaitaba Urgente

A delação premiada de executivos da OAS inclui denúncias de pagamento de propinas ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. Ele teria fechado um contrato fictício no valor de R$ 30 mil com uma empresa de publicidade para manutenção do seu site. As informações da delação premiada foram divulgadas nesta quarta-feira (27) pelo jornal O Globo. Ao todo, os executivos disseram que pagaram R$ 125 milhões em propinas para 21 políticos de oito partidos.

A delação foi homologada em julho do ano passado pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Ela também denuncia o pagamento de propina para o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, para os deputados federais Marcelo Nilo (PSB-BA) e Nelson Pelegrino (PT-BA).

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE