DEPUTADO FEDERAL SE RECUSA A USAR MÁSCARA EM VOO E PF É ACIONADA
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Uma confusão envolvendo o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi registrada, nesta terça-feira, 26, em um voo da companhia aérea Gol, que seguida de Guarulhos (SP) para Brasília (DF). A Polícia Federal (PF) precisou ser acionada no Aeroporto Internacional de Guarulhos, depois que o parlamentar se recusou a usar máscara de proteção facial na aeronave. Por meio das redes sociais, o deputado deu sua versão do episódio e afirmou que pretende continuar “lutando contra essa focinheira ideológica”, mas nega ter sido retirado da aeronave.

Silveira alega possuir um atestado médico, por ter cefaleia, que o libera do cumprimento da lei que exige o uso do equipamento de proteção em voos em função da pandemia do novo coronavírus. O deputado, que costuma fazer postagens contra o uso de máscara com a alegação de que o equipamento não garante proteção contra o coronavírus, também afirmou que pretende processar a Gol por causa do episódio. A companhia aérea não se manifestou sobre o episódio. Policial militar, Silveira foi eleito em 2018 e ficou conhecido ao quebrar uma placa de rua em homenagem à vereadora Marielle Franco durante um comício.

COMPARTILHE