Ex-deputados baianos gastam mais de R$ 2 milhões após eleições, diz coluna
Foto : Jonas Pereira/ Agência Senado

Foto : Jonas Pereira/ Agência Senado

Os 15 deputados federais, que não foram reeleitos, gastaram R$ 2 milhões após as eleições com cota parlamentar, segundo levantamento do jornal Correio. De acordo com a publicação, em média, os ex-parlamentares gastaram R$ 44 mil por mês, valor acima do limite mensal de R$ 39 mil. Com R$ 278 mil, o campeão de gastos foi Fernando Torres (PSD), que decidiu não competir pela reeleição e é virtual candidato a prefeito de Feira de Santana em 2020.

Em seguida, Antonio Imbassahy (PSDB) com R$ 183,9 mil e Irmão Lázaro (PSC), com R$ 170,4 mil. Lúcio Vieira Lima (MDB), com R$ 30,6 mil, Jutahy Magalhães (PSDB), com R$ 55,3mil, e Paulo Magalhães (PSD) com R$ 98,1 mil, foram os que menos gastaram.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE