Geddel recebeu R$ 3,6 milhões da Odebrecht entre 2007 e 2010, diz delator

Geddel Vieira Lima (PMDB) I Foto: Jackson Cristiano/Ubaitaba Urgente

Em depoimento à Justiça, o ex-executivo da Odebrecht, João Pacífico, relatou que Geddel Vieira Lima (PMDB) recebeu “contribuições de campanha” avaliadas em R$ 3,6 milhões entre os anos de 2007 e 2010. De acordo com Pacífico, o peemedebista, então ministro da Integração Nacional, regularizou junto à empreiteira pagamentos por obras realizadas na capital baiana, citando o Transporte Moderno de Salvador II (TMS II). Em contrapartida, Geddel teria passado a solicitar “contribuições para campanha” por meio do então diretor de Relações Institucionais da empresa, Claudio Melo Filho, com quem mantinha uma relação próxima.  O delator disse ainda que os valores eram sempre retirados em Salvador, no Departamento de Operações Estruturadas (o setor de propinas da Odebrecht). Com informações do Bocão News

COMPARTILHE