Invasão de servidores adia votação de reforma de Rui para quarta-feira (12)

Foto: Reprodução/Henrique Brinco

A pressão dos servidores públicos estaduais, que invadiram o plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) na tarde desta terça-feira (11), fez a votação ser adiada para esta quarta-feira (12).  O presidente da Casa, Angelo Coronel (PSD), chegou a anunciar que o processo seria realizado hoje, mas em outro local, já que os servidores ameaçaram não deixar o plenário enquanto a pauta não caísse. No entanto, com os questionamentos dos deputados de oposição, o presidente voltou atrás e decidiu por convocar uma nova sessão amanhã.  “Suspendi a sessão para que os ânimos se acalmem. A sessão será reaberta amanhã e os projetos serão debatidos e aprovados ou não, depende de quórum. Estou aqui como magistrado querendo a paz, que reine no parlamento. São dois anos de parlamento e isso nunca aconteceu um problema dessa natureza e estou tentando costurar um consenso”. O presidente justificou a desistência. “Existiam pedidos de parlamentares que vieram do interior para a votação, pois é uma praxe de que toda terça feira tenha a votação e tem deputados que ficaram frustrados porque vieram e não houve votação. Mas conversarei com os líderes para que a sessão seja adiada para manhã ou quinta, vai depender do colégio de líderes”, reforçou. Segundo o presidente, a segurança da Casa não precisará ser reforçada. “A Casa já tem segurança reforçada. Só quero que não ocorra acidentes, como portas quebradas, poderia ter acidente e tenho que preservar a integridade das pessoas. Enquanto houver manifestações pacíficas a Casa estará de portas abertas”.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE