PAZUELLO DEVE SER DEMITIDO QUANDO VACINAÇÃO FOR INICIADA, DIZ COLUNISTA

Foto: José Dias/PR

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deve ser demitido do cargo assim que a vacinação contra o novo coronavírus for iniciada no Brasil. Segundo a colunista do UOL Thaís Oyama o atual líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP), deve assumir a pasta. Ele foi ministro da Saúde no governo Michel Temer.

Conforme a publicação, a possível saída de Pazuello estaria ligada ao mau desempenho dele na Saúde, a exemplo de não apostar em uma vacina só, como foi feito em outros países da América Latina. Antes disso, ele já não era bem visto por causa do episódio dos quase 7 milhões de testes para diagnóstico da Covid-19 que estavam perto de vencer em um galpão do Governo Federal em Guarulhos.

Nos bastidores, assessores que trabalham próximo ao presidente acreditam que Jair Bolsonaro (sem partido) dificultou o trabalho da Saúde durante a pandemia em diversos momentos. Um deles, por exemplo, foi quando desautorizou Pazuello após ele anunciar a compra de doses da Coronavac, imunizante desenvolvido pra farmacêutica chinesa Sinovac e produzido no Brasil pelo Instituto Butantan.

COMPARTILHE