“Tá caindo R$ 2 bi de emendas? Graças a Deus!”, afirma Lúcio Vieira Lima

Em um debate acalorado na rádio Itapoan FM nesta segunda-feira (31), o deputado Lúcio Vieira Lima foi incisivo quando abordou o caso da liberação das emendas com verbas federais liberadas pelo presidente Michel Temer (PMDB) a membros da Câmara Federal em período crucial quando o chefe do Planalto terá denuncia apurada pelo Plenário do Legislativo. Ao responder as críticas do radialista Zé Eduardo e da jornalista Cintia Kelly, Lúcio negou veemente que Temer estaria “comprando votos” dos deputados que votarão abertura de processo criminal contra o presidente da República. “Tá caindo eventuais R$ 2 bi de emenda? Graças a Deus! Não tem gente precisando de saneamento? As emendas não são para os deputados e a gente precisa esclarecer isso. Para o deputado tal nada! Você libera para o prefeito fazer a obra. Colocar o calçamento. Eu não me elejo pra isso, eu fui eleito para isso e fui eleito para arrumar recursos (…). Muito agraciado com Dilma. Se quiser eu listo aqui. Eu sou um dos deputados mais atuantes que traz investimentos da Bahia. Vamos acabar com essa história de momento? De abrir escola? Calçar rua? Abrir hospital?”, questionou ao tentar justificar o caso. O deputado informou que deputado de oposição também recebeu emendas.  “Tem deputados que recebeu dinheiro à vontade. Valmir Assunção recebeu”, apontou. Lúcio partiu para defesa contundente de Temer ao ser instado sobre a liberação das verbas. “Eu quero que vocês esclareçam e tragam as listas de emendas liberadas aqui! Fica no campo da suposição. Não está se comprovando voto”, disse. Sobre a denúncia do senador Otto Alencar (PSD) de que membros do DEM trancam liberação de empréstimos ao governador Rui Costa, Lúcio rebateu. “Peço a Otto que represente no MP com que ele sabe quem pediu isso. Esse negócio de que o Palácio falou ou isso ou aquilo…”. com informações do BNews

COMPARTILHE