Relatório coloca WhatsApp em último lugar em lista de aplicativos confiáveis
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O aplicativo de troca de mensagens WhatsApp, um dos mais populares no Brasil, não é confiável para proteção de dados e privacidade dos usuários. A afirmativa é do relatório anual da Electronic Frontier Foundation, grupo que defende as liberdades civis na internet, que avalia empresas de tecnologia e telecomunicações. O estudo “Who Has Your Back” (“Quem te protege”, em tradução livre), utiliza como critérios de avaliação a política para armazenamento de dados e transparência. O WhatsApp, com cerca de 800 milhões de usuários em todo o mundo, foi aprovado apenas em relação à sua oposição “backdoors”, que garantem acesso remoto ao sistema. Das cinco estrelas que fazem parte da classificação, o mensageiro só ganhou uma. O aplicativo foi o último colocado na análise, junto com a empresa de telefonia americana AT&T. O relatório mostrou que o WhatsApp falha, entre outros pontos, por não publicar informações sobre sua política de retenção de dados – como endereços de IP ou conteúdos deletados pelo usuário -, nem avisar aos usuários sobre pedidos de dados pessoais feitas por governos. Os aplicativos que tiveram nota máxima no estudo foram Adobe, Apple, Credo, Dropbox, WordPress, Yahoo, Wikimeda e WordPress. Google e Microsoft não alcançaram melhores conceitos por não esclarecerem quais parâmetros utilizam para responder a demandas da Justiça, de acordo com o portal Comunique-se.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE