UBAITABA: IVAN FOI CONDENADO A 17 ANOS DE PRISÃO, MAS PERMANECE EM LIBERDADE
Ivan chorou durante o depoimento e ficou durante todo o júri com um terço nas mãos.

Ivan chora durante depoimento e fica durante todo o júri com um terço nas mãos.

Redação Ubaitaba Urgente

Terminou por voltas das 18hs desta quarta feira (20), o julgamento do réu, Ivan Pereira de Souza, 34 anos, acusado de matar a servidora pública , Daniela Bonfim Nascimento, que tinha 22 anos na época do crime em 2007. Daniela foi morta com dois tiros a queima roupa em seu local de trabalho na Secretaria do Desenvolvimento Social de Ubaitaba, localizada na Avenida Presidente Vargas, centro da cidade. “Ivan puxou Daniela pelos cabelos e deflagrou dois tiros nela”, disse uma ex-colega de trabalho da vítima.

daniela_jovem_morta

Daniela foi morta com um tiro no peito e outro na cabeça

O que motivou o crime foi o fim do relacionamento por parte da jovem, que já se sentia coagida com algumas agressões e ameaças do réu. Ivan Pereira de Souza foi condenado a 17 anos de prisão, para cumprir a pena inicialmente em regime fechado, porém como ele já se encontrava em liberdade, a juíza Dª. Fernanda Mello entendeu que o réu tinha bom comportamento e deu-lhe a chance de recorrer da decisão em liberdade.

COMPARTILHE