COMERCIANTES ESTIVERAM NA CASA DA PREFEITA, MAS NÃO FORAM ATENDIDOS

Foto: Leitor/Ubaitaba Urgente

Os comerciantes de Ubaitaba se reuniram ontem à noite na porta da residência da prefeita, com o intuito de tentar conversar com Suka (PSB), sobre o fechamento do comércio, mas não foram atendidos. O grupo alega que não vem sendo ouvido pela prefeita. Vale lembrar que os comerciantes se reuniram na última quarta-feira (24), e foram até a prefeitura conversar com Suka, mas não foram atendidos (relembre aqui). Durante entrevista na FM Ubaitaba, Suka disse que não recebeu os comerciantes, porque não estava na prefeitura.

“Fechar o comércio dessa forma e por mais 15 dias vai provocar mais demissões e o fechamento de mais lojas na cidade. O comércio já está sem movimento por conta dessa pandemia. O povo tem comprado menos. Muitos não estão nem saindo de casa com medo do vírus, imagine fechar o comércio por mais 15 dias, muitos não vão suportar e vão acabar baixando as portas”, conta uma comerciante.

De acordo com os comerciantes, eles querem apenas ser ouvidos antes do fechamento do comércio, para tentar encontrar uma forma de resolver a situação sem causar grandes prejuízos. O decreto que fecha o comércio de Ubaitaba a partir desta segunda-feira (29), foi publicado na noite desta quinta-feira (25), no Diário Oficial do Município (veja aqui).

Após os comerciantes se retirarem da porta da residência da prefeita de Ubaitaba, Suka gravou dois áudios fazendo um desabafo, e disse que não atendeu os comerciantes, pois tinha tomado um medicamento e acabou dormindo por conta do cansaço de trabalho. (Redação: Ubaitaba Urgente)

COMPARTILHE