Ubaitaba: Nota de esclarecimento do Posto do Lago

Posto do Lago I Foto: Jackson Cristiano/Ubaitaba Urgente

Com relação ao comentário feito pelo ex-candidato a vereador de Ubaitaba, José Carlos Nery de Souza, no programa Realidade Atual desta terça-feira (14), contra o Posto do Lago, por não ter participado da licitação de combustíveis da prefeitura Municipal, a empresa enviou para a redação do programa e do site Ubaitaba Urgente uma nota de esclarecimento. No comentário de Zé Bolacha, ele diz que o referido posto de combustíveis não participou da licitação por estar com sua documentação irregular.

NOTA DE EXCLARECIMENTO

A empresa Posto do Lago  vem, através do seu representante legal, informar a quem possa interessar que cumpre rigorosamente todas as obrigações fiscais, trabalhistas, ambientais e tributárias exigidas pelas esferas Federal, Estadual e Municipal em dia. Informa também que sempre pagou e paga  todos os seus impostos e encargos trabalhistas  rigorosamente em dia. Declara, ainda, que sempre teve e tem todas as certidões negativas de débito em dia, não é à toa que participou e venceu a licitação do ano de 2017 em outra cidade. É uma empresa séria e gera emprego e renda a nossa cidade desde a sua constituição e, por se tratar de uma empresa particular, tem o livre arbítrio de escolher participar ou não das licitações que bem entender e achar financeiramente viável a ela. Com relação às calúnias e difamações feitas pelo cidadão apelidado de Zé Bolacha, quer manifestar o seu repúdio tendo em vista serem falsas, levianas e facilmente desmentidas com a apresentação de todas as certidões negativas exigidas. Parece estranho para uma pessoa que se diz tão esclarecida não procurar se informar adequadamente antes de vir a público levantar acusações tão descabidas e medíocres. Entretanto, sabendo que este cidadão é um velho conhecido de todos na política de Ubaitaba, que age por impulso e fanatismo, sendo que tal atitude não é de se estranhar. Deve, o mesmo, estar bastante desocupado para perder tempo fazendo declarações tão escandalosamente falsas. Percebe-se, de longe qual é a sua real intenção. Ao que parece, até agora não conseguiu um cargo que ocupe seu tempo. Interessante como esse desocupado que grita aos quatro cantos que tem a função de fiscalizar e que quer fazer cumprir a lei ande às margens dela, uma vez que exerce ilegalmente a profissão de corretor de imóveis para a qual não está legalmente habilitado. É lamentável perder-se tanto tempo nessa FM, que tem uma função social tão relevante, com uma pessoa tão sem prestígio e de tão baixo nível. Não é à toa que ano após ano vem sendo derrotado nas eleições para o cargo de vereador. Quem sabe se ele próprio tivesse a dignidade e competência para gerir uma empresa, para saber o trabalho que dá, entenderia como, de fato, as coisas funcionam. Mas talvez seja pedir demais porque trabalhar de verdade não é para qualquer um.

Atenciosamente: Posto do Lago

COMPARTILHE