ITABUNA: PREFEITURA VAI RECORRER DA DECISÃO DA JUSTIÇA DE FECHAR COMÉRCIO NÃO ESSENCIAL

A Prefeitura Municipal de Itabuna informa que irá recorrer da decisão do juiz da 1ª Vara Fazenda Pública de Itabuna, Ulysses Maynard Salgado, que determinou o fechamento de atividades comerciais não essenciais no município, após pedido do Ministério Público.

A Prefeitura ressalta que todas as medidas de flexibilização foram definidas após análises da equipe técnica. A Prefeitura esclarece ainda que a taxa de ocupação dos leitos inclui também pacientes outros municípios. No Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, dos leitos de UTI que estão ocupados nesta segunda-feira (27), 38% são pacientes de outros municípios, 62% são pacientes de Itabuna.

Já em relação aos leitos clínicos ocupados, 25% são pacientes de outros municípios, e 75% correspondem a pacientes de Itabuna. Vale salientar que há vagas disponíveis de leito clínico e de UTI. O município ressalta também que a rotatividade dos leitos é grande, e que os dados mudam a todo momento. Com informações do Ipolitica

COMPARTILHE