PM suspeito de provocar morte de adolescente durante perseguição é absolvido

O policial militar Walace Feitosa da Silva, suspeito de provocar a morte do adolescente Nadson Pereira de Almeida, de 14 anos, ao atingir a vítima com uma viatura durante uma perseguição em Itabuna, no sul da Bahia, foi absolvido por júri popular durante julgamento realizado nesta terça-feira (11).

Nadson Pereira de Almeida -  (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

Nadson Pereira de Almeida – (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

O julgamento, que aconteceu três anos após a morte do jovem, durou cerca de 12h e foi realizado no Fórum Ruy Barbosa, no centro da cidade. Os advogados da família da vítima disseram que vão recorrer da decisão. O caso ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2014. Segundo a polícia, Nadson estava pilotando uma moto, sem habilitação, e começou a ser perseguido após furar uma barreira policial, no bairro Lomanto.

Segundo investigação, Walace dirigia viatura que seguiu adolescente em moto (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

Segundo investigação, Walace dirigia viatura que seguiu adolescente em moto (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

A vitura que seguiu o adolescente era dirigida por Walace. Na época, testemunhas disseram que, na perseguição, Nadson teria caído da moto e sido atropelado pela viatura da PM. O inquérito concluiu, no entanto, que não houve atropelamento e que o estudante teria caído e batido em outro veículo. A suspeita, entretanto, era de que a colisão que levou a morte do jovem tenha ocorrido após a viatura dirigida pelo policial bater propositalmente na moto do adolescente. (G1)

COMPARTILHE

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esta matemática é de preenchimento obrigatório. * O prazo está esgotado. Digite novamente o valor CAPTCHA.