Bahia: Geddel diz que vai se dedicar aos negócios da família

1b96b71f741302fd31abe517b441d41e

O presidente do PMDB estadual e candidato derrotado ao Senado, Geddel Vieira Lima, disse em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã da última segunda-feira (27/10), que com a derrota do tucano Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República, vai continuar fazendo oposição ao governo federal. “Agora é fazer o que tem que ser feito: observar, criticar, se posicionar. Do ponto de vista pessoal vou voltar para a planície, esta é a minha vida. No início do ano, vou tratar de viajar pelo interior do estado fazendo militância, fortalecendo o partido, tocar a minha vida na minha iniciativa privada, os negócios da minha família.”, contou.“As dificuldades foram feitas para serem enfrentadas, se não há bem que sempre dure, não há mal que nunca acabe. Vou a Brasília, esta semana, conversar com lideranças políticas do partido. Estou tomado de absoluta tranquilidade, não vou parar de ousar, de sonhar, de lutar. Procuro ter uma participação ativa nas redes sociais, que ganhou uma dimensão muito grande”, ressaltou. Geddel analisou ainda a situação atual vivida pelo país. “As pessoas esquecem que eu perdi uma eleição, não perdi meu amor a essa terra, nem ao país. Tenho absoluta convicção que o Brasil não passa por um bom momento. Eleição tem uma vantagem sobre Copa do Mundo: ela acontece de dois em dois anos”, afirmou. Informações do Metrô1.

COMPARTILHE