BAHIA TEM QUATRO CASOS DE SARAMPO CONFIRMADOS ESTE ANO
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quatro casos de sarampo foram confirmados na Bahia, sendo que apenas um deles é de paciente que reside em Salvador. Os outros três são de São Paulo (2) e Minas Gerais (1) e estiveram na Bahia doentes e são, portanto, considerados casos importados. Dos quatro registros, um foi na capital – de uma adolescente de 12 anos que viajou para a Espanha e voltou doente de lá -, dois em Porto Seguro e um em Souto Soares. Em todo o estado, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), são 103 casos em investigação até 10 de agosto. Em Salvador, a Secretaria Municipal de Saúde investiga 52 casos suspeitos da doença. Nesta quinta-feira (5), às 14h, na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo (CAB), haverá a reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) com secretários municipais de saúde e o governo estadual. Uma das pautas será o sarampo e a necessidade de ampliar a cobertura vacinal nos municípios. De acordo com dados da Sesab, a cobertura da segunda dose da vacina está em apenas 49% no estado (até o mês passado). A cobertura da primeira dose está em 63% – quando o ideal é 95% de cobertura.

Na terça-feira (3), a pasta alertou para que todos os baianos com viagem marcada para o estado de São Paulo sejam vacinados contra o sarampo. A medida foca em viajantes que nunca foram imunizados ou que tenham esquema vacinal incompleto, principalmente crianças. De acordo com o  esquema vacinal por idades, a partir de 6 meses, a criança deve receber a primeira dose da vacina Tríplice Viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Já as crianças de um ano devem  receber a segunda dose com a vacina Tetra Viral (sarampo, rubéola, caxumba, catapora) ou a Tríplice Viral e varicela monovalente. Quem tem entre 12 e 29 anos e não tenha sido vacinado anteriormente deve receber duas doses da vacina Tríplice Viral, com intervalo de 30 dias. Finalmente, quem tem entre 30 e 49 anos, caso não tenha sido vacinado anteriormente, deve receber uma dose da vacina Tríplice Viral. O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 2.753 casos confirmados de sarampo em 13 estados. O aumento de 18% em relação ao último boletim divulgado, em 28 de agosto, se deve à confirmação clínica de casos que estavam em investigação anteriormente. Do A Tarde

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE