BAHIA: PRESO ASSALTANTE QUE COMANDAVA ASSALTOS A BANCOS EM SEIS ESTADOS

Lindomar foi apresentado à imprensa no edifício-sede da Polícia Civil, em Salvador.

Integrante de uma quadrilha especializada em roubos a bancos e a carros-fortes em seis estados, o mato-grossense Lindomar Alves de Almeida, de 31 anos, foi preso por investigadores do Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), da Polícia Civil baiana. Foragido da Justiça e com quatro mandados de prisão em aberto, expedidos pela Justiça do Mato Grosso, Lindomar foi flagrado em um hotel, em Feira de Santana, acompanhado de uma garota de programa.

Apontado como um dos principais assaltantes a carro-forte nas regiões Centro-Oeste e Nordeste, Lindomar, segundo o coordenador do Garcif, delegado Daniel Menezes Pinheiro, foi localizado durante investigações sobre roubos a bancos ocorridos no interior da Bahia. Com ele, os policiais apreenderam R$ 4 mil em espécie, uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um RG em nome de Bruno Cezar Pacheco de Oliveira, cinco celulares, vários cartões de crédito em nome de terceiros, um relógio e correntes de ouro.

Novo Cangaço

Foragido do sistema penitenciário do Mato Grosso, desde 2004, e integrante da quadrilha “Novo Cangaço”, Lindomar foi apresentado à imprensa no edifício-sede da Polícia Civil, em Salvador. De acordo com o delegado Daniel Pinheiro, o criminoso disse em seu depoimento que estava morando há cinco meses em Feira de Santana e que, desde então, deixara de praticar assaltos, passando apenas a traficar drogas.  As investigações do Garcif em Salvador e Feira contaram com o apoio da Polícia Civil de Mato Grosso.

Na hierarquia da quadrilha, Lindomar é identificado como idealizador e patrocinador dos roubos a carros-fortes e agências bancárias, que ocorrem sempre com uso de explosivos, armamentos pesados, violência e intimidação. O raio de ação do bando é extenso e atinge os estados de Mato Grosso, Bahia, Goiás, Tocantins, Pará e São Paulo. “A quadrilha é conhecida por agir com extrema violência ao tomar as cidades de assalto para roubar bancos”, explicou Pinheiro.

De acordo com o coordenador do Garcif, as investigações vão prosseguir para averiguar a presença de outros integrantes da quadrilha na Bahia, e prendê-los. Lindomar foi conduzido ao Complexo Penitenciário da Mata Escura, devendo ser recambiado para o Mato Grosso na próxima semana.

COMPARTILHE